quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Mais um preso e morto dentro da delegacia de cruzeiro do sul.

João Homem da Silva, 51 anos, morador no Bairro do Telégrafo foi encontrado morto na tarde desta quarta-feira (18) cerca de uma hora após a sua prisão em uma cela da Delegacia Geral de Cruzeiro do Sul. O preso que foi colocado sozinho em uma cela, usou a cueca, única vestimenta que utilizava para pendurar na grade e se enforcar. Quando os policiais civis de plantão entraram no corredor da carceragem, já se depararam com o corpo.

O suicida foi preso pela Polícia Militar sob acusação de agredir fisicamente a própria mãe, dona Francisca Homem da Silva, 66, e os irmãos. Segundo o boletim de ocorrências, João Homem estava alcoolizado. A esposa e um de seus onze filhos entraram em desespero ao presenciar a chocante cena dentro da delegacia.

O delegado José Barbosa explicou que os presos são recolhidos de cueca para evitar os suicídios, segundo ele é uma norma adotada em qualquer lugar do País. "Sem roupas já parte para a questão dos direitos humanos", disse. Há poucos meses, outro preso também acusado de agressão contra a família, usou do mesmo artifício para se matar dentro da mesma delegacia.

Fonte: a tribuna do jurua

Ainda sobre a morte desse preso em uma delegacia de cruzeiro do sul, e como disse o jornalista a cima, não e a primeira vez que acontece esse tipo de coisa no jurua. cabe agora direção geral de policia civil do acre tomar alguma atitude preventiva para evitar que isso aconteça outra vez. e um dever do estado devolver o preso com sua integridade física e sua vida preservada, para isso temos serviços nas delegacia 24horas por dia, e também de responsabilidade dos agentes de policia civil nas delegacias evitar esse tipo de coisa, em algums presídios de segurança máxima no Brasil e adotado cameras de segurança. mais a sim medidas a serem tomadas para evitar esse tipo de coisa nas delegacias do jurua e de todo o estado.

Nenhum comentário: