segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Uma Mulher na Segurança do Acre

A subprocuradora-geral do Estado Márcia Regina de Souza Pereira será a nova Secretária de Segurança Pública do Acre. Márcia se formou em Direito no Rio de Janeiro, em 1991, e trabalhou na Fundação de Tecnologia do Acre (Funtac) entre 1993 e 1994, ano em que ingressou na Procuradoria Geral do Estado. Ela fez mestrado em Direito na área de relações internacionais na Universidade Federal de Santa Catarina e especialização em gestão empresarial na Fundação Getúlio Vargas.

Márcia irá colaborar para concretização da meta do governador Binho Marques em fazer da segurança pública acriana referência para o País. Os avanços, de acordo com Marques, podem ser ainda maiores no sentido do sistema funcionar com ações realizadas por territórios com controle dos indicadores de segurança.

A proposta do Governo do Acre é o funcionamento harmonioso das polícias. Antes do anúncio, Binho conversou com representantes do sistema público de segurança - o Comandante da Polícia Militar, Romário Célio; o diretor-executivo da Secretaria de Segurança, Ermício Sena; o comandante do Corpo de Bombeiros, José Henrique; o diretor interino do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Renato Filho, e demais gestores envolvidos com a questão. O acordo com Márcia vinha sendo feito há dias e nesta segunda-feira chegou-se a um consenso com a advogada aceitando o desafio.

São muitos os recentes ganhos da segurança pública a partir dessa nova definição. A Polícia Civil tem agora autonomia e a Secretaria de Segurança ganha o papel de promover e elaborar as articulações e a política para o setor, contexto em que o secretário passa a ser a grande liderança. Os demais organismos são executores desse agente articulador e político.

Binho Marques destacou o potencial de gestão de Márcia Regina. Operadora do Direito, vinha colaborando de modo importante no trabalho da Procuradoria Geral do Estado (PGE) de onde foram escolhidos importantes nomes do Governo, como o Chefe do Gabinete Civil, Edson Manchini e a atual procuradora-geral, Maria de Nazareth Lamberth, entre outros. O governador avalia ações para compensar o afastamento de Márcia da PGE.

O cargo de secretário de Segurança vinha sendo ocupado interinamente pelo diretor Ermício Sena, após a saída de Antônio Monteiro, que se afastou para cuidar de assuntos pessoais.

FONTE: Agencia de noticias do acre

Nenhum comentário: