quinta-feira, 5 de março de 2009

Esclarecimento.

gostaria de usar este espaço para da esclarecimentos a classe de agentes penitenciarios do acre, sobre minha entrevista dada a TV gazeta, que foi mal entendida por alguns.

1. sempre estive do lado dos agentes penitenciarios e entendo a militância e luta de cada um, para conseguir melhores condições de trabalho dentro do sistema,

2. sempre estive negociando e articulando uma melhor saída para esta causa, em quase todas as mesas de negociaçoes, defendendo frente a frente com o governo, os interesses da classe.

3. luto por melhorias nas condições de trabalho de qualquer classe como sempre fiz, e de
forma incondicional, visando uma boa imagem das intituiçoes para a sociedade.

4. não tenho nada contra os bons agentes penitenciarios do acre, que tem conciencia, e lutam por um sistema mais justo, tendo como um dos princípios fundamentais, a erradicação imediata de torturas espancamentos, condições degradantes e desumanas dentro dos presídios do estado, que tais condições inclui as dos próprios fucionarios da unidade.

5. serei inplacavel em desfavor dos maus agentes penitenciarios, policiais civis, e militares, ou qualquer outra pessoa, que comprovadamente fazem qualquer tipo de atrocidade dentro dos presídios ou delegacias do estado, ou em qualquer outro lugar do mundo.

6. são os maus agentes penitenciarios envolvidos em praticas que a justiça condena, que mancham a imagem dos bons agentes comprometidos com o respeito a dignidade e a moral da classe.

Nenhum comentário: