terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Truculência Policial no Bairro Sobral

O gora a tarde passando pela estrada da Sobral via aquele aglomerado de pessoas, pelo giroflexo ligado vi que si tratava de uma abordagem policial, fiquei observando de longe aquela ação da policia em pleno movimento de cinco horas tarde com um monte de pessoas vendo aquela atitude dos policiais, que mandaram um de grupo de rapazes encostar em uma cerca na base da porrada como diz um ditado popular, um dos policiais pegou um menor que pelo que eu mesmo pessoalmente vi e contei deu no rapaz uns 4 a 5 tapas na cara, pagando o garoto pelo pescoço. Um dos policiais no mesmo momento também por si sentir desacatado pegou um outro rapaz também pelo pescoço, algemou. Na mesma ação um mesmo policial dava bastante soco em outro rapaz nas costas o mesmo estava encostado em uma cerca de mãos para cima, neste mesmo momento a mãe de um deles foi para cima dos policiais como toda razão, pois estava vendo seu filho ser vitima de tal truculência por parte da policia. Um outro fato também que chamou a atenção foi o protesto por parte das pessoas que apreciavam tal atitude os mesmo diziam que a policia não tinha o direito de sair dando tapa na cara de ninguém, muito menos ser truculenta na forma que foi. Eu como coordenador do centro de direitos humanos vendo tudo aquilo me dirigi até o quartel pois ficava a uns 50 metros de distancia do fato ocorrido e comuniquei a um sargento que iria comunicar a o coronel do batalhão arrespeito de tal atitude, foi expulso de la o mesmo dizia pode ir pra la com os Direitos Humanos. O que me deixou mais impresionado não foi o fato de ter sido expulso do quartel, mais sim o fato de tal atitude esta acontecendo em plena luz do dia na frente de milhares de pessoas, os policias não tiveram respeito muito menos vergonha diante da comunidade. Como prometi amanhã vou esta comunicando o fato ao ministerio publico, atraves do controle externo da actividade policial, e também ao comandante do batalhão la do bairro Sobral para que tome conhecimento e providências.

deixando claro que sempre tenho elogiado o trabalho do comandante daquele batalhão, o Cel. Paladino, o mesmo tem feito de trabalha brilhante dentro daquela comunidade que este motivo ganhou o respeito e a confiança de toda comunidade da baixada da Sobral, acredito que o mesmo não de acordo com o ocorrido.


jocivan santos

Nenhum comentário: