quinta-feira, 17 de junho de 2010

Policiais do caso Edna Ambrósio são ouvidos pela justiça

O Juiz titular do tribunal do juri Leandro Leri Gross vai ouvir hoje os policiais acusados de matar com um tiro de fuzil, Edna Ambrósio Rego 22 anos. Edna estava na garupa da moto do namorado quando o mesmo furou o bloqueio de uma blitz da Policia Militar. Os disparos feito pelos policiais, Francisco Moreira e Moises da Silva, atravessou o corpo da garota e atingiu também o corpo do seu namorado Jeremias de Souza Cavalcante 21 anos, que pilotava a moto no momento do ocorrido. Jeremias diz que não parou a moto na blitz pelo fato de ter ficado assustado pois tinha dado conta que se tratava de uma barreira policial já em cima pois a barreira policial estava em um local escuro e os mesmo não davam a sinalização devida do que estava acontecendo no local. Os policiais envolvidos no caso também serão ouvidos além dos policiais acusados de fazerem os disparos que tirou a vida da jovem Edna Ambrósio, sendo que um dos disparos feito de um fuzil. Só depois de ouvir os policiais o juiz vai decidir si faz a reconstituição da blitz que resultou na morte da estudante. Os policiais acusados dizem que não tinham a intenção matar pois teriam feito os disparos para o chão.

Jocivan Santos

Nenhum comentário: