quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Impasse

 Celina Ferreira, (37), dirige ônibus desde os 24 anos - E atual presidente do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Transporte coletivo da Cidade de Rio Branco. Eleita com 154 pontos de vantagem a chapa concorrente a sua.  



Na verdade  o que garante a autonomia e total independência da sindicalista e de seus membros, e exatamente sua garantia permanente no emprego, isso de forma incondicional independentemente da luta e da causa que a mesma defende. Não e isso que esta acontecendo com a presidente do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Transporte coletivo da Cidade de Rio Branco. Recentemente conversava com ela, a mesma me dizia que a situação não esta das melhores, já que a empresa com base em uma ordem judicial demitiu ela e toda sua diretoria.
A mesma disse que irá travar uma briga na justiça até as ultimas consequências para ser readmitida de volta a empresa que trabalhou a vários anos.  
Nessa luta a sindicalista Celina Ferreira, conta com o apoio da CTB, Central dos Trabalhadores do Brasil, e o presidente do Sindicato dos Urbanitarios, Marcelo jucá, dentre outras instituições da sociedade civil que apoiam a luta em apoio a sindicalista demitida. Ontem essas instituições fizeram um protesto em frente o terminal urbano como forma de aviso a prefeitura e as empresas caso a sindicalista não seja readmitida de volta. 

Conversava sempre com o Marcelo Jucá presidente do Sindicato dos Urbanitarios ele me dizia que sempre vinham fazendo reuniões junto a prefeitura, e a equipe de articulação politica do prefeito que prometiam trazer uma solução positiva e pacifica para esta causa. Pelo jeito o Dialogo feito através da prefeitura não deu muito resultado. Mais uma prova ai de quem manda realmente são os donos das empresas, que continuam devendo muito a população acriana. Para próxima semana o movimento sindical promete retomar uma serie de protesto, inclusive ameaçam para o sistema de transporte coletivo com apoio dos estudantes, caso a sindicalista não seja readmitida na empresa.             

Nenhum comentário: