sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Movimento social organizado faz ato de protesto por melhorias no sistema de transporte público

foto-jornal pagina20
 A questão relacionada ao transporte coletivo da cidade de Rio Branco virou bagunça e faz tempo e ninguém faz nada. Agora os estudantes se organizaram juntamente com representantes dos movimentos populares e sindical. No ato exigiram melhores condições pra o setor, e também a volta imediata da diretoria do sindicato de trabalhadores em transporte coletivo demitida por empresários do setor. Para quem precisa do serviço de transporte coletivo na cidade de Rio Branco tem que pensar duas vezes hoje. A super lotação continua, a muita demora nos pontos de ônibus continua, o total desrespeito com os idosos, portadores de nescidades especiais continua. O total desrespeito as gravidas continua e mulheres com crianças de colo continua. E agora por cima de todas essas questões os empresários querem o aumento da passagem. 

Nada tem mudado no setor de transporte coletivo, até agora somente um empresa cumpriu o acordo feito com a prefeitura de Rio Branco para renovação da frota, enquanto a prefeitura de Rio Branco continua omissa sobre esta situação a população continua amargando com o descaso que vem acontecendo. Ônibus quebrado todos os dias cheio de gente pelo meio das ruas de Rio Branco. Prejudicando o transito da capital e bom andamento da cidade. Outro dia presenciei somente no centro da cidade, 4 ônibus quebrados trés deles com passageiros dentro. 

O atual sistema de transporte coletivo da cidade de Rio Branco, hoje e uma afronta a dignidade de cada trabalhador que precisa ir e vir  usando o transporte coletivo todos os dias.

Na verdade esta tendo uma guerra nos dois lados dessa historia e no meio de  disso tudo fica a população confusa.  A prefeitura diz que vai haver aumento,  o sindical diz que sim. O prefeitura e a favor da admissão novamente dos sindicalistas demitidos, os empresários diz que não. Acontece notadamente uma falta desorganização politica de intervenção a questões ligadas ao setor de transporte coletivo da cidade de Rio Branco.              

Nenhum comentário: