terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Menor morre no pronto socorro após se espancado

Mais uma vez, vemos nas paginas dos jornais a lamentável e vergonhosa noticia de que mais um menor foi espancado até a morte por outros colegas de celas, dentro de uma unidade de segurança. A família da vitima pede justiça, e dizem estarem  sofrendo muito com a perda do jovem adolescente. 

Na verdade o que muito se fala e que temos um sistema justo, e como diz o próprio governador "temos um sistema que deixou de ser um lugar de punição para ser um lugar esperança e reintegração social" diz Arnóbio Marques. A realidade mostra outro coisa totalmente diferente, as unidades para recuperação de menores são marcadas por homicídios, tentativas de homicídios, motins, falta de estrutura como diz o próprio CNJ, em vistoria as unidades de recuperação e reintegração social de menores infratores no Acre.

Pela falta de cuidados e atenção dos servidores, que todas as vezes só chegam depois do pior ter acontecido. Penso que talvez esse jovem tenha gritado pedindo  ajuda, tenha batido na cela ao ver seus algozes tirar-lhe a vida, mais foi em vão. Mais um menor que poderia ter tido um rumo diferente na vida, se fosse  inserido dentro de processo de reintegração social, com a finalidade de torna-lo apto para o convívio social. Morreu sozinho sem o amparo do estado, longe da família, sem nenhuma chance de defesa para sua própria  vida diante dos seus algozes e assassinos. Ai mais um fato lamentável e vergonhoso, no curriculum de um sistema assassino e cruel, como esse. A família pede justiça.

Nenhum comentário: