quarta-feira, 13 de abril de 2011

Prefeito decreta estado de emergência na capital Rio Branco

 

 Raimundo Angelim transferiu  seu gabinete para o parque de exposições onde estão as famílias desabrigadas.

Gabinete do Prefeito Raimundo Angelim agora está instalado no parque de exposições da Expoacre, abrigo de mais de 1.000 pessoas desalojadas pela cheia do rio Acre.  A transferência se deu na manhã desta terça-feira,12, logo depois que o prefeito decretou situação  de emergência nas zonas urbana e rural  de Rio Branco. A medida visa facilitar o acompanhamento das operações de apoio às famílias que tiveram suas casas tomadas pela água. 
Por volta do meio-dia, Angelim reuniu assessores diretamente envolvidos com o atendimento às famílias, como o coordenador municipal de Defesa Civil, coronel Gilvan Vasconcelos; a secretária de Cidadania e Assistência Social, Estefânia Pontes; o diretor-presidente da Empresa Municipal de Urbanismo (Emurb) Jackson Marinheiro; o secretário de Serviços Urbanos, Cezário Braga; Oly Duarte, assessor de Imprensa; a secretária de Obras, Claudia Cunha  e Dora Araújo, assessora de Gabinete. A reunião definiu novas ações do Plano de Contigenciamento Contra Enchentes. Em seguida, Angelim despachou normalmente.
O decreto de Angelim abrange as seguintes áreas: bairros  Adalberto Aragão, Ayrton Senna, Baixada da Habitasa, Cidade Nova, Cadeia Velha, Terminal da Cadeia Velha, 6 de Agosto, Triângulo Novo, Taquari, Base e Aeroporto Velho;  Panorama, Liberdade, Vai se Vê I e II, Limoeiro, Catuaba, Bagaço, Extrema, Colibri, Corredeira P.A. Moreno Maia, Jarinauá, Seringal Belo Horizonte, Barro Alto (Cajazeira, Água Preta e Barro Alto) e São Francisco do Espalha.
Em seu artigo 4º, o decreto autoriza a  convocação de voluntários para reforçar as ações de resposta à  situação emergencial e a realização de campanhas de arrecadação de recursos, junto à comunidade, com o objetivo de facilitar as ações de assistência à população afetada pela enchente. O prazo de vigência do decreto é de 30 dias mas poderá ser prorrogado até  180 dias.

Prefeito agradece demonstração de compromisso de Tião Viana
“Rio Branco é uma das cidades melhor preparadas para ajudar desabrigados”, disse Angelim, referindo-se à estratégia de apoio às famílias afligidas pela alagação. Mesmo com a Prefeitura em situação financeira difícil, Angelim reafirmou o compromisso com as pessoas que mais precisam e busca apoio da iniciativa pública e privada para melhor atender os desabrigados. “Temos o Plano de Contigência mas precisamos de apoio”, disse. Com a situação se agravando, a Defesa Civil já prepara o ginásio de esportes do Aerporto Velho para servir de abrigo. No parque estão sendo servidas cerca de 2.000 refeições diárias.
Angelim destacou e agradeceu o empenho do governador Tião Viana, que visitou o parque de exposições. “Percebo por parte do Tião Viana uma receptividade muito boa para ajudar”, declarou o prefeito. O governador destacou secretários para acompanhar a situação no parque.

Zona rural também é atingida
Cerca de 250  famílias já haviam sido removidas de suas casas e levadas para o parque de Exposições da Expoacre até o começo da tarde. Às 15h30, o nível do rio chegou a 15,57 metros e continuava subindo.  “Peço paciência a todos porque nossas equipes estão trabalhando e eu estou instalando o Gabinete no parque para melhor atender as pessoas”, anunciou Angelim.  No decreto de situação de emergência, o  prefeito lembra que mais de 3.000 imóveis foram atingidos pela enchente, além de fazer referência à  subida rápida do rio em várias regiões, inclusive na zona rural de Rio Branco.
A enchente chegou às comunidades  rurais do Panorama, Liberdade, Vai se Vê I e II, Limoeiro, Catuaba, Bagaço, Extrema, Colibri, Corredeira P.A. Moreno Maia, Jarinauá, Seringal Belo Horizonte, Cajazeira, Água Preta, Barro Alto, e São Francisco do Espalha.

Em caso de doação, preferência é por  material  de limpeza
Há grupos se mobilizando para arrecadar alimentos e outros produtos para as famílias abrigadas no parque de exposições. O Comitê Acre Solidário, por exemplo, anunciou que irá doar 5.000 garrafas de água mineral. O Acre Solidário é coordenado pela Primeira Dama do Acre, Dona Marluce Cândido.
Raimundo Angelim irá solicitar do Governo Federal kits de limpeza para as operações pós-enchente.  Os coordenadores das ações no parque de exposição pedem que a preferência para doações sejam de materiais de limpeza como sabão em pó, água sanitária, pano para limpeza de chão, vassoura e roldo. O material deve ser entregue nas unidades do Corpo de Bombeiros do 1º e 2º Distritos.

Nenhum comentário: