quinta-feira, 4 de julho de 2013

JORNALISTAS PROTESTARAM NO CENTRO DE DE RIO BRANCO, a decisão foi tomada depois que a também jornalista Marcela Jansen foi agredida dentro da ALEAC, POR UM REPRESENTANTE DA TELEXFREE.


Hoje, 4, uma boa parte dos jornalistas no Acre foi à rua pedir por respeito à sociedade para poder exercer a profissão. As reivindicações foram direcionadas aos divulgadores da Telexfree que, desde a semana passada, resolveram culpar a imprensa pela suspensão dos serviços da empresa por parte da Justiça.A manifestação ocorreu no Centro de Rio Branco, em pit-stop no semáforo em frente a Biblioteca Pública, na avenida Getúlio Vargas. Lá, nós gritávamos “Queremos respeito! Queremos respeito!”.

Como o Ministério Público do Acre (MPE) estima que cerca de 70 mil pessoas no Acre fazem parte da Telexfree, acredito que alguém deles deve ter visto e ouvido nosso manifesto e que, daqui para frente, atenda o nosso pedido.
Na segunda-feira, dia 8, os desembargadores do Tribunal de Justiça do Acre (TJ/AC) vão julgar o processo da empresa. É certo que muitos deles irão se concentrar em frente ao prédio para esperar pelo resultado.
A Telexfree sendo liberada ou não, nós, jornalistas, vamos cobrir o fato porque é nosso serviço. E, por isso, merecemos respeito da mesma forma que respeitamos as pessoas vítimas desse suposto esquema de pirâmide.


[TEXTO:Ana Paula Batalha]

Nenhum comentário: