terça-feira, 16 de agosto de 2016

Policial Militar em serviço é assassinado durante abordagem polêmica em Rio Branco

video
Vídeo mostra o momento da abordagem e do disparo que atinge do Policial Militar



O cabo da Polícia Militar Alexandro Aparecido dos Santos, de 36 anos, morto com um tiro na região da cabeça durante uma abordagem a três pessoas no conjunto Novo Horizonte, no bairro Floresta, em Rio Branco, estava há sete anos na corporação, segundo informou a Polícia Militar.
A guarnição fazia patrulhamento de rotina em combate ao tráfico de drogas na região quando ordenou a parada de um veículo, cujo motorista não obedeceu e seguiu em fuga. Após alguns minutos de perseguição policial, os policiais conseguiram localizar o veículo e abordaram o motorista e os passageiros.
No momento da abordagem, Kenned Magalhães teria lutado com o cabo Alexandro Aparecido e conseguido tomar a arma do policial, onde o atingiu com um tiro no queixo. O policial morreu na hora.
Na delegacia, Kenned disse que não parou o veículo porque já estava sendo perseguido vários dias por um policial, então, preferiu parar em frente à residência. No local, de acordo com o suspeito, os policiais começaram a enforca-lo e ele perdeu um pouco do sentido.
“Não sei o que aconteceu direito. Comecei a me bater e talvez a minha mão tenha encostado na arma do policial. Só sei que atirou. Não tenho problema com a polícia. Foi um acidente. Não foi minha intenção. Não tenho capacidade para fazer isso”, disse o suspeito.

ac24horas

Nenhum comentário: